[Post Rápido] 5 Mitos Sobre pH e Alcalinidade da Piscina

pH e Alcalinidade são extremamente importantes. Para ressaltar essa importância, separamos dois posts para esclarecer os mitos e verdades existentes sobre o assunto. O texto aqui escrito foi baseado em uma matéria da revista ANAP, edição 131.

Nesse segundo post, vamos falar um pouco sobre os mitos do pH e da alcalinidade. Está preparado? Então vamos nessa!

Primeiro Mito:

“Quando o pH está alterado, não temos a perda de eficiência do cloro.”

Esse é um mito e um equivoco muito grande. O cloro e outros elementos químicos para tratamento são feitos para agir em água com pH estável e correto. Do contrário, sua eficiência fica comprometida!

Segundo Mito:

“Os produtos para pele, como protetor solar ou bronzeador, não alteram o pH da água.”

Quem já leu nosso post sobre ducha está esperto nessa questão. Os produtos para pele prejudicam SIM a estabilidade do pH da piscina.

Terceiro Mito:

“Apenas profissionais qualificados podem ajustar o pH e alcalinidade da piscina.”

Muito pelo contrario! Os produtos para correção de pH ou alcalinidade podem ser facilmente aplicados por qualquer pessoa. Basta medir para saber as quantidades corretas, que vão sempre estar escritas no produto.

Quarto Mito:

“O tipo de material da piscina pode alterar o pH da água”

Apenas em casos extremos, como o de pedras naturais em contato com a água, que vamos ter alguma alteração. De modo geral, os materiais para construção de uma piscina não tem efeito sobre o pH.

Quinto Mito

“Pode-se aplicar cloro normalmente em piscinas com o pH desregulado.”

Como já citamos acima, o cloro não agir corretamente caso o pH da água esteja desregulado. Portanto, para não perder produto, tempo e dinheiro, não deve-se aplicar o cloro caso o pH não esteja ajustado.

Espero ter tirados algumas dúvidas.

Não deixe de acompanhar nossos posts e bons mergulhos!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *